Manutenção 4.0 na prática: O caso Thyssenkrupp

| 23 febrero 2018 | Reply

Na época atual e com muita frequência chegam-nos noticias, comentários, reportagens e vídeos sobre a Indústria 4.0 e os avanços tecnológicos que esperam-se nos próximos anos. Em geral informa-nos das profundas mudanças tanto nas ofertas de emprego como na forma de trabalhar, mas poucas vezes mostram-se-nos casos concretos onde as mudanças já aconteceram e podem-se apreciar os resultados – a nova forma de trabalhar – sob o paradigma 4.0. Muitas das minhas noticias e artigos estão nesse contexto, por esse motivo hoje descrevo-lhes um exemplo de sucesso na transformação do negocio.

Trata-se da empresa “Elevadores Thyssenkrupp” (EThy), que é uma das empresas do grupo Thyssenkrupp (https://www.thyssenkrupp.com).  EThy estende-se por 150 países e seus elevadores movimentam uns mil milhões de pessoas cada dia, o que mostra o impacto que a empresa tem e da grande importância de oferecer um serviço de qualidade (fiável) aos seus clientes. EThy têm mais de 50.000 empregados, na sua maioria com alta qualificação, distribuídos nos seus 1000 pontos de venda e atenção ao cliente. Entre seus produtos encontram-se: Ascensores, empilhadeiras, escadas mecânicas e gateways móveis.

Num recente artigo de imprensa, a empresa descreve os aspectos chave da sua estratégia de digitalização (ver o artigo AQUI), que tem como objectivo reduzir os tempos de indisponibilidade num 50%, e  se baseia-se em três pilares básicos:

  • Desenvolvimento conjunto com a Microsoft, do software MAX, que tem sido o primeiro software de manutenção tipo predective desenvolvido na plataforma cloud Azure da Microsoft.
  • Conexão de 110.000 elevadores (10% do seu mercado) mediante a tecnologia IoT (Internet das Coisas), habilitando a redução da indisponibilidade para 41.369 clientes em 48.340 locais diferentes. MAX armazena e envia dados em tempo real dos elevadores para serviços inteligentes na la nuvem, onde calcula-se o tempo de vida remanescente dos componentes chave de cada elevador, determinam-se as necessidades de manutenção e calendariza-se a data em que a manutenção deve se realizar.
  • Treinamento do pessoal, e fornecimento da possibilidade de usar óculos HoloLEns aos seus 24.000 empregados de manutenção que,  entre outras coisas, permitem o uso de skype, com mãos livres, para conexão entre o empregado no local da máquina e outros especialistas no problema a resolver.

Alianças estratégicas, tecnologia e visão de negócio visando o futuro são os ingredientes fundamentais para a transição com êxito para a la digitalização do negócio iniciada por Elevadores Thyssenkrupp. Actualmente a empresa iniciou os testes de uso de robôs autónomos para enviar as peças desde os armazéns até os locais de trabalho; um outro aspecto da digitalização muito importante, A logística de fornecimento, vamos tratar num outro artigo.

Fdo.: Blas Galván

Tags: ,

Category: Artigo técnico

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.